segunda-feira, 7 de julho de 2014

ruínas de vida

Ouviu dizer que as pessoas acabam por se parecer com as suas casas e viu-se nas ruínas em que se tornara. Estremeceu,  a princípio, depois pôs-se a esgravatar. Sorriu, então: os alicerces eram sólidos, estava na hora de por mãos à obra.