quinta-feira, 19 de março de 2015

Ergui-me para o dia mas faltou-me chão.  Seria agora o momento de te ligar e dizer que gosto de ti, gosto muito de ti. Mas a hora fica vazia de palavras e os pensamentos escorrem-me pela cara, salgados, até ao peito onde te guardo.


sábado, 14 de março de 2015

primeiro plano

a minha saudade é maior
maior que a questão
que a raiva
que tudo

sobrepõe-se, esta saudade
ao silêncio, à desilusão
toma primeiro plano
sem pedir licença
 
eu deixo-a tomar vontade
conduzir a minha mão
procurar quem amo
levar a melhor


sexta-feira, 13 de março de 2015

marés

Estreaste-me momentos
desencantaste sentidos idos
renovaste palavras
ternura, carinho, cuidados

Aproximaste-te boa onda
como as vagas te desfazes
em espuma fina
desapareces em tons calados

Que te aportem boas maresias
a encantar novas manhãs


quarta-feira, 11 de março de 2015

viragem


Um momento
estremecimento
breve hesitação

eis que respondo que sim
ao que antes disse que não



terça-feira, 10 de março de 2015

uma palavra

Há palavras que gostava de ouvir uma vez na vida.
Uma que seja: uma palavra; uma vez.


segunda-feira, 9 de março de 2015

momentos

o manto negro sobre as almas a inquietar
o silêncio de quem não tem paz
o diálogo com os pecados
à noite é pior

dessas noites
em que dormitamos acordados
levantam manhãs do limbo onde jaz
a difícil luta entre o viver e o infernizar

de manhã é pior

domingo, 8 de março de 2015

deserto

Os pés na relva estranham
a falta de vontade de dançar
a alma endurecida, amarga
que os olhos tentam disfarçar
e nem o sol da tarde morna
acalma o deserto incerto
em que se transforma

sexta-feira, 6 de março de 2015

portas abertas

Visitei ruas antigas, ou antes
ruas que percorri antigamente
olhando em frente, sem parar
nas portas onde entrando
me demorava dantes

Sempre estiveram abertas
algumas, outras a abrir
porque me ouviam passar
voltasse, pareciam dizer
seria doce o permanecer
mas não, segui chorando
para não ter de fugir
outra vez


quarta-feira, 4 de março de 2015

março

Ontem, o aroma das mimosas
hoje, a cor do sol no pensamento
logo, um mar de folhas soltas
e no abrir de março, o recomeço