quinta-feira, 13 de outubro de 2016

saudade simples

hoje a saudade gritou o teu nome
pelas mãos me escorre o lamento
do vazio que agora mora em mim

hoje a minha saudade lembrou-te
no vago frio caído no  teu assento
à mesa, na casa, nesta vida assim

hoje a saudade de ti magoou-me
saber que o sentir desse momento
é deste não estar que não tem fim

Sem comentários:

Enviar um comentário